18 de agosto de 2008

Parvoíce crónica

Isto provavelmente não acrescenta nada de novo a alguem que já tenha lido algum post para além deste, uma vez que provavelmente já se aperceberam do facto que agora passo a enunciar:
O que vos tenho a dizer, é que este blog não tratara de assuntos sérios, ou melhor, não falará de nenhum assinto de maneira séria! Nenhuma abordagem que não seja completamente parva, idiota ou que por algum motivo tenha algum rasgo de seriedade estará completamente proibida de ser divulgada neste blog! Quanto a todas as outras, sobre todos os assuntos, as parvoeiras, as conversas de algibeira, os corta na casaca, tentativas de piadas “normalmente falhadas”, ou simplesmente texto sem qualquer proposito ou sentido, sejam bem vindos, esta é a vossa casa!
Peço desculpa a quem esperava alguma coisa interessante ou pelo menos com algum sentido, mas já existem milhões de blogs assim onde podem ler coisas a serio, portanto, este é totalmente dedicado à parvoíce.
E por falar em parvoíce, eu acho que as pessoas que não são parvas são uma seca, mas...
isso é outro assunto...

5 comentários:

Daniela disse...

Sabias que td o que esta acima de beja é norte?

(kerias parvidds) :P

Hugo Ferreira disse...

tanbem não exageremos... lol

Daniela disse...

:O é verdd!!

Cathyyyy disse...

A parvoíce tá pá vida como a vida tá pá morte. Uma n faz sentido sem a outra. Pode parecer radical esta comparação, mas vejamos..se não houvessem parvoíces nem animais seríamos! E quem sabe se nos poderíamos auto-proclamar de "seres vivos" face à nossa ignorância da badalhoquice que se passa dentro do tronco das árvores. Ah poizé, eu nao sei mas tu tb nao sabes.. E pa robocop não cá estamos nós! Se não houver parvoíces, não há vida q se viva.

Tenh dit.

Luís Vieira disse...

Eu axo k a Cathy fuma bué... ou entao sou eu k so parvo e na percebi nada do k ela disse...mas isso é outro assunto...